quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Capital Inicial - Eu vou estar



Capital Inicial - Eu vou estar


Eu não vou pro inferno
Eu não iria tão longe por você
Mas vai ser impossível não lembrar
Vou estar em tudo em que você vê
Nos seus livros, nos seus discos
Vou entrar na sua roupa
E onde você menos esperar
Eu vou estar

Eu não vou pro céu também
Eu não sou tão bom assim
E mesmo quando encontrar alguém
Você ainda vai ver, a mim
Nos seus livros, nos seus discos
Vou entrar na sua roupa
E onde você menos esperar

Embaixo da cama
Nos carros passando
No verde da grama
Na chuva chegando
eu vou voltar
Nos seus livros, nos seus discos
Vou entrar na sua roupa
E onde você menos esperar
Eu vou estar

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Raiva

Sabe, nunca levei muita a serio quando disseram: - se a vida te der limões, faça uma limonada!
Era a coisa mais ridícula a se ouvir, mas ontem ela fez todo o sentido, soube de situações que me jogaram literalmente fora de mim, fatos de pessoas que nunca imaginei ser possível...
Senti como se tivessem me tirado TUDO!
Como se tivessem levado até minha alma... Fio a pior dor da minha vida, mas não pela situação em si, mas pela COVARDIA, que foi a sacanagem.
Nos piores momentos descobrimos quem são as pessoas, grande amizades sairam dessa coisa toda, mas quem eu imaginei que estaria ao meu lado, que fosse segurar minhas mãos, olhar nos meus olhos e dizer acabou, simplesmente escolheu outro caminho, mais fácil... Isso só reafirma o quanto existe de fraqueza em seu coração putrefado. Só revela o tamanho de suas mentiras e o quanto eu fui enganada ao acreditar na sua "nobreza e desapego"...
Sabe de uma coisa...
Vá pro inferno com suas falsidades, eu cansei, mas, vai pagar caro por me conhecer... Ah se vai.

Evanescence - You

Sou suspeita pra falar de Evanescence, ainda mais nessas circunstâncias... Mas ontem de noite, numa hora em que a tristeza me assolava, ele mudou tudo,com esta muica...



Evanescence - You

As palavras foram escoadas deste lápis 
Doces palavras que eu quero te dar 
E eu não consigo dormir, eu preciso lhe falar... boa noite 

Quando estamos juntos me sinto perfeita 
Quando sou puxada para longe de você que eu me quebro 
Tudo o que você diz é sagrado para mim 
Seus olhos são tão azuis, eu não posso parar de olhar como nós nos deitamos na quietude 
Você sussurra a mim: Amy, se case comigo, promete que você ficará comigo 
Oh você não tem que me perguntar, você sabe que você é tudo aquilo para que eu vivo 
Você sabe que eu só morreria para te abraçar, ficar com você 
De alguma maneira eu mostrarei para você que você é meu céu noturno 
Eu sempre estive logo atrás de você 
Agora eu sempre estarei ao seu lado

Tantas noites eu chorei para dormir 
Agora que você me ama que eu me amo 
Eu nunca pensei que eu diria isso 
Eu nunca pensei que haveria você.


_


Obrigada por fazer da minha vida mais feliz. Por estar presente quando tudo parece desabar e por dizer que me ama, quando eu mesma não sinto isso.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Muse - Colisão de estrelas de nêutrons

Que fique claro,não gosto da banda, não gosto da musica, não é por causa do filme, mas tive um tique quando li isso ae...



Muse - Colisão de estrelas de nêutrons
 (o amor é eterno) 



Eu estava procurando
Você estava em uma missão
Depois nossos corações combinaram
Como uma colisão de estrelas de nêutrons

Não me restou nada para perder
Você teve seu tempo para escolher
Depois dissemos um ao outro
Sem rastro de medo que...

O nosso amor seria para sempre
E se morrermos
Morreremos juntos
Mentira, eu disse nunca
Pois o nosso amor seria eterno

O mundo está destruído
Auréolas não brilham mais
Você tenta fazer uma diferença
Mas ninguém quer ouvir

Alto,
Os pastores, falsos e orgulhosos
Suas doutrinas serão como nuvens
Elas se dissiparão
Como flocos de neve no oceano

O amor é eterno
E morreremos, morreremos juntos
Mentira, eu disse nunca
Pois o nosso amor poderia ser eterno

Agora não me restou nada para perder
Não tenha pressa para escolher
Posso lhe dizer agora sem um rastro de medo

Que o meu amor será eterno
E morreremos, morreremos juntos
Mentira, nunca, pois o nosso amor será eterno

domingo, 24 de outubro de 2010

A noite [parte1]

La estava ela, deitada sob a luz do luar, uma noite cálida de primavera, estrelas bailavam pelo céu, cheiro de damas da noite pairava pelo ar. Soprava uma brisa fresca, típica daquela estação, espalhando cheiros e barulhos por toda a clareira.
Ali, naquele pequeno pedaço de paraíso ela o esperava. Ele, olhos negros como noite sem Lua, misteriosos, cheios de segredos, ele, alto, porte atlético, sensual, exibia um sorriso angelical, doce, até indecente. Ele, cujo o verdadeiro propósito sempre escondera, ele. Apenas ele. Não sabia ao certo se era sua vitória, ou sua perdição, mas ela o amava, com toda a alma, e por Deus, como ela o amava. Daria a vida se necessário fosse, mataria se precisasse. Ela o amava sem sentido, sem restrições, sem limites.
Naquela noite ela o esperava, se imaginara muitas outras vezes naquela clareira, em seus sonhos, ali seria o lugar perfeito para aquela noite de amor. Sugeriu o lugar e ele aceitou. La se encontrariam, na madrugada que se anunciava, ela o esperava.
Seus cabelos eram jogados a face pela brisa que ficava mais forte, deitada no gramado ela permaneceu a espera-lo, chegara antes do combinado, para aproveitar a tranqüilidade que aquele lugar trazia. No entanto mal sabia ela que ali, seria de fato a sua perdição.
Esperava por ele, e seus olhos começavam a encher de lágrimas, a hora ja avançava, ele ainda não havia chegado, ela temia. Percebera que passara muito do combinado, triste e pronta para ir, viu que algo a observava. Percebeu que aquela sombra estava lá a muito tempo, olhando-a.
Intrigada ela o chamou pelo nome, de pronto ele se postou ao seu lado, curiosa ela pergunta: - o que fazia parado ali? Ele, um tanto desconcertado responde,sincero, mais com certa timidez: - eu apenas a olhava, gosto de te ver.
Ela enrubesceu, não esperava aquela resposta, mais uma vez e como de costume ele a surpreendera.
Aqueles olhos a hipnotizavam, se perdia dentro deles. Era como um oceano negro, que mergulhava, sem saber ao certo se alcançaria terra firma e ela sabia, mas ainda assim queria se perder naqueles olhos, naquela noite.
Conversaram, falaram sobre tudo, riram, olhavam o céu agora, ambos, deitados sobre o pano que ela trouxera, a temperatura caia, o vento ficou mais forte do que a brisa que soprava a pouco, sua pele se arrepiava, logo ele a abraçava,envolvendo-a em seus braços quentes, ela saltitava em sua mente, agradecida  a obra do tempo que a beneficiava. O que ela mais queria era estar nos braços dele, enquanto estava perdida em suas conjecturas ele a olhava, também perdido no negror de seus olhos.
Ela o olhou, sustentou o olhar dele, que também não desviou do dela, naquele breve instante de contemplação se beijaram, sem medo, sem pudor, beijaram-se ardentemente, imersos naquela noite de amor.
Na mente dela, passavam mil coisas e ao mesmo tempo nada, na dele, era unicamente ela. Ali ambos se perderam.
Apaixonadamente se entregaram, como o Sol ao mar quando o crepúsculo prenuncia a noite, ele pertencia a ela agora, e ela, já era dele, muito antes daquela noite...

Não Sei Viver Sem Ter Você



CPM 22 - Não Sei Viver Sem Ter Você 

Não há mais desculpas, 

Você vai ter que me entender,
Quando olhar pra trás
Procurando e não me ver,
Chegou a hora de recomeçar!
Ter cada coisa em seu lugar,
Tentar viver sem recordar jamais,
E se a saudade me deixar falhar,
Deixar o tempo tentar te apagar,
Te ligar de madrugada sem saber o que dizer,
Esperando ouvir sua voz e você nem me atender,
Nem ao menos pra dizer:

Que não vai voltar,
Não vai tentar me entender,
Que eu não fui nada pra você,
Que eu deveria te deixar em paz.
Eu já não sei mais,
Não sei viver sem ter você,
Hoje eu queria te esquecer,
Mas quanto mais eu tento mais eu lembro...
Não sei viver sem ter você!
Não sei viver sem ter você!

É difícil de aceitar, recomeçar do zero
Levantar e caminhar.
Perceber que quem se ama
Já não se importa com você
E acordar sozinho ouvindo o som da sua TV.
Chegou a hora de recomeçar!
Acreditar, que pode ser, melhor assim
Tentar crescer, fingir feliz,
E te deixar para depois, a cada dia que eu morrer,
Espero que você morra pois

Se eu ligar de madrugada, sem saber o que dizer,
Esperando ouvir sua voz e você nem me atender,
Nem ao menos pra dizer:

Que não vai voltar,
Não vai tentar me entender,
Que eu não fui nada pra você,
Que eu deveria te deixar em paz.

Eu já não sei mais,
Não sei viver sem ter você,
Hoje eu queria te esquecer,
Mas quanto mais eu tento mais eu lembro...
Não sei viver sem ter você!
Não sei viver sem ter você!

Preciso reaprender... a viver..
Pra esquecer....
Pra te esquecer!

Pra te esquecer!

Pensar em você



Não da pra não pensar em você
Fica cada vez mais difícil não poder te ver.
Penso em você horas a fio
Ato que se tornou continuo
Nem por um minuto consigo te esquecer.

Eu o amo
Amo mais do que a minha própria vida
Minha razão
Eu o amo
Acima de qualquer sentido
Minha trilha
Eu o amo
Simples assim

Como o Sol se entrega ao mar no entardecer
Como a Lua ilumina o céu ao anoitecer
Como as coisas mais simples da vida
Que acontecem por simplesmente acontecer
A ordem natural

Se pudesse por em palavras
O que é pensar em você
Diria que você é o meu ar.



I Just Don't Know What To Do With Myself




White Stripes - I Just Don't Know What To Do With Myself

Eu não sei o que fazer comigo 

Eu não sei o que fazer comigo 
Planejando tudo para dois
Fazendo tudo com você
E agora que estamos livres 
Eu só não sei o que fazer
Eu não sei o que fazer comigo
Eu não sei o que fazer comigo 
Filmes só me fazem chorar
Festas só me fazem eu me sentir mal
Pois eu não estou com você
Eu só não sei o que fazer
Como uma rosa do verão
Precisa de sol e chuva
Eu preciso do seu doce amor
Pra sempre enganar o amor
Bem eu não sei o que fazer comigo 
Só não sei o que fazer comigo 
Planejando tudo para dois
Fazendo tudo com você
E agora que estamos livres 
Eu só não sei o que fazer
Como uma rosa do verão
Precisa do sol e da chuva
Eu preciso do seu doce amor 
Pra sempre enganar o amor
Eu só não sei o que fazer comigo 
Só não sei o que fazer comigo
Eu não sei o que fazer comigo.

Covardia

Bom, depois da feliz noite de ontem, algo tinha que acontecer, pra dar motivos de eu vir escrever.. Então...

Até agora me surpreende a maneira de lidar das pessoas. Alguns tão destemidos, outros tão covardes.
Hoje em uma de minhas odisséias no msn, percebi o quão pequeno é a nobreza humana. A vontade, a garra. Pessoas se abatendo tão facilmente, se entregando a problemas tão pequenos, outros por sua vez, lutando por coisas maiores, para a própria "sobrevivência".

Como pude me enganar tão facilmente, me deixar levar pela emoção e não ter percebido a fraqueza, a covardia, a incapacidade de viver.
A vida foi dada pra que se aproveite, que se viva! Mas simplesmente escolhem deixa-la passar, como se pudesse ser revivida. 
Todos cometemos erros, mas por que fugir deles? Isso não resolve nada.
Agora posso ver o meu erro, posso ver que a confiança dada, nunca foi valorizada e que de fato a sua covardia me enoja!
Viva bem, seja feliz, por que a minha vida, viverei.
Continue remoendo seus erros, revivendo suas magoas, revivendo suas mentiras. Eu cansei de você.  COVARDE! 

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Só pra Vadiar

Depois de um desabafo de 2 horas, num caderno, no metro Vila Madalena, de (juro sem brincadeira) 29 ligações de pessoas diferentes pra falar do final de semana, meu humor melhorou e o que tem pra hoje éo tema do fds...




Só pra vadiar - Charlie Brown Jr


Escute o que diz a sua alma
Leve a vida com um pouco mais de calma
Deixe que o instinto mais puro te mostre o caminho
Quem tem fé sabe que não está sozinho
Que não está sozinho
Que não está sozinho
Ponha fé no seu caminho

Escute o que diz a sua alma
Leve a vida com um pouco mais de calma
Deixe que o instinto mais puro te mostre o caminho
Quem tem fé sabe que não está sozinho
Que não está sozinho
Você não está sozinho
Ponha fé no seu caminho

Quando seus olhos refletem o pôr-do-sol
É quando você para pra ver e apreciar o universo
Quando seus olhos refletem o pôr-do-sol
É quando você para pra refletir sobre o que é certo

O melhor da vida
É a sensação de paz e amor
O melhor da vida
Um dia só pra vadiar

O melhor da vida
É a sensação de paz e amor
O melhor da vida
Um dia só pra vadiar

Só pra vadiar 

Simplicidade traz conceito, pura coletividade
Eu represento a minha cidade com responsa e orgulho sim
Heroi eu nunca fui, mas eu nunca vacilei
Se nunca vacilei não é agora que vai ser

Cansado de esperar, eu fui e fiz acontecer
De vagabundo a gerador de empregos, pode crer
Pode crer que é assim que tem que ser
Pra nossa vida melhorar o povo tem que parar de sofrer

Obstinação e o pensamento forte
É essa a base de um guerreiro de estilo nobre
Eu digo paz e evolução para o meu povo pobre
O pensamento coletivo que aqui explode

Filho de guerreiro, a família vem primeiro
A rua me educou e me formou um verdadeiro
Eu vou que vou, vou com fé, vou com determinação
Sangue nos olhos no caminho da evolução

O melhor da vida
É a sensação de paz e amor
O melhor da vida
Um dia só pra vadiar

O melhor da vida
É a sensação de paz e amor
O melhor da vida
Um dia só pra vadiar

Só pra vadiar

Quanta coisa boa você aprendeu
Você fez sua parte e tudo aconteceu...

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Quase sem querer




Quase sem querer - Legião Urbana

Tenho andado distraído,
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso.
Só que agora é diferente:
Estou tão tranquilo
E tão contente.
Quantas chances
desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém.
Me fiz em mil pedaços
Pra você juntar
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia.
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira.
Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber tudo.
Já não me preocupo
Se eu não sei porquê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê
E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu vejo o mesmo que você.
Tão correto e tão bonito
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos.
Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?
Me disseram que você
estava chorando
E foi então que percebi
Como lhe quero tanto.
Já não me preocupo
Se eu não sei porquê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê
E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero o mesmo que você.

Lamentações

O que ela mais deseja naquele momento, era um abraço teu, algo com o que ela pudesse lidar, algo concreto, algo viceral, algo além do costumeiro, do normal. Sentada em sua cama, apegada as poucas lembranças que tinha, chorava tua ausência, a esmagadora saudade e com fé de que um dia aquelas promessas seriam cumpridas.
Ela queria um beijo teu, sentir teu gosto, poder tocar teus lábios, poder sentir o calor da tua boca, poder perceber a verdade, imaginava isso, sonhava com isso todas as noites, a cada lágrima que banhava seu rosto, a cada anoitecer, era o que ela mais queria.
Mas então, o que era verdade se fez presente a sua volta. Ela, percebeu a solidão, percebeu que nada mais restava, percebeu que só haviam as lembranças de algo que nunca aconteceu, aquele abraço desejado, aquele beijo nunca dado, as promessas pífias de amor.
Percebeu que nada mais restara a ela, do que aquela simples e inútil sensação de saudade, de algo que de fato nunca existira.
Mais uma vez se sentiu só, mais uma vez se sentiu abandonada, enganada e iludida.
Resolveu então, que dali por diante, nunca mais seria um brinquedo, decidiu que se vingaria e firmou-se na sua opção, de ser a caçadora, não a caça.
Em seu quarto, embalada pela musica penetrante que pairava, o perfume adocicado de sua pele, debruçada sobre a cama, com papeis espalhados por toda a sua extensão, ela planejou, pensara em tudo, aquele seria o dia.
Estava frio, ainda era inicio de primavera, vestia um casaco até a altura dos joelhos, uma calça jeans apertada, que exibia a musculatura de sua perna, botas, de salto mínimo, cabelos soltos. Fumava um cigarro, parada no ponto de encontro, o lugar marcado.
No entanto, se sentia oprimida, aquilo não era ela, ela nunca brincaria de amor, fraca, se rendeu. Percebeu que nunca haveria troco, que jamais poderia fazer com ele, o que ele, havia feito com ela. Então esperou, por horas, mas nada, nem sequer  uma ligação. Novamente se sentiu afundar, e por tua causa ela então amaldiçoou o amor.
Naquela noite ela percebeu o quanto amava e que nunca poderia existir sem o teu amor, mesmo que este fosse falso, dissimulado e mentiroso...
Então lamentou, o dia em que acreditou na suas falsas promessas, mais ainda as guarda, com esperança, de qu um dia venha até ela.

Tudo que vai

To na vibe da musica hoje. Mas nem sempre isso quer dizer boa coisa... Se fosse colocar todas aqui, certamente comprometeria a postagem do resto do ano, rs... Mas fazer o que...




Capital Inicia - Tudo que vai

Hoje é o dia
Eu quase posso tocar o silêncio
A casa vazia
Só as coisas que você não quis
Me fazem companhia
Eu fico à vontade com a sua ausência
Eu já me acostumei a esquecer


Tudo que vai
Deixa o gosto, deixa as fotos
Quanto tempo faz
Deixa os dedos, deixa a memória
Eu nem me lembro mais


Salas e quartos
Somem sem deixar vestígio
Seu rosto em pedaços
Misturado com o que não sobrou
Do que eu sentia
Eu lembro dos filmes que eu nunca vi
Passando sem parar
Em algum lugar.


Tudo que vai
Deixa o gosto, deixa as fotos
Quanto tempo faz
Deixa os dedos, deixa a memória
Eu nem me lembro mais


Fica o gosto, ficam as fotos
Quanto tempo faz
Ficam os dedos, fica a memória
Eu nem me lembro mais


Quanto tempo, eu já nem sei mais o que é meu
Nem quando, nem onde


Tudo que vai
Deixa o gosto, deixam as fotos
Quanto tempo faz
Deixam os dedos, deixa a memória
Eu nem me lembro mais
Fica o gosto, ficam as fotos
Quanto tempo faz
Ficam os dedos, fica a memória
Eu nem me lembro mais


Eu nem me lembro mais...

Paciencia

Diz TUDO.




Lenine - Paciência

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós

Um pouco mais de paciência
Será que é o tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para (a vida não para não)

Será que é tempo que me falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei,a vida não para (a vida não para não... a vida
não para).

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Porque

Porque eu ainda me deixo abalar com a sua falta de tato...
Com sua falta de percepção,
Com a sua indelicadeza certas horas...

Com a sua falta de senso,
E com a forma que me diz adeus.

Porque ainda choro, como em todas as noites
Ainda esperando algo mais de você.
Algo que pelo visto, nunca vou ter...

Mais uma noite em que me consolo com o travesseiro.
Mais uma noite acordada, chorando
Mais uma noite pensando em você...


pqp.pqvcnaopercebequeoqeeumaisprecisoévc.meuamor.
minhavida.minharazao.meusenhor.meutudo...

Quando havia você e eu

É engraçado
quando você se encontra
Olhando pelo lado de fora
Eu estou aqui, mas tudo que queria
É estar lá
Por que me deixei acreditar
Que um milagre poderia acontecer?
Porque agora eu tenho que fingir
Fingir que eu eu não dou a mínima ?

Pensei que você era o meu conto de fadas
Meu sonho quando eu não estivesse dormindo
Um desejo feito para uma estrela
Que está se realizando
Mas o que todo mundo podia notar
Que eu confundi meus sentimentos 
Com a realidade
Quando eu estava com você

Eu jurava que conhecia a melodia
Que ouvi você cantar
E quando você sorriu
Me fez sentir
Que poderia cantar também
Mas aí, você mudou as palavras
e agora meu coração está vazio
Eu sou apenas o que costumava ser 
E era uma vez uma canção

Agora eu sei que você não é um conto de fadas
E sonhos só existem no sono
E desejos para estrelas
Simplesmente não acontecem
e agora até eu notei
Que confundi meus sentimentos 
Com a realidade
Porque eu gostei da paisagem
Quando eu estava ao seu lado

Eu não posso acreditar
Pude ser tão cega 
É como se você estivesse flutuando
Enquanto eu estava caindo
E eu não me importava

Pensei que você sentisse o mesmo
Quando você estava comigo...


Maya França (São Paulo - SP)

domingo, 17 de outubro de 2010

Por enquanto



Mudaram as estações
nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu
Tá tudo assim, tão diferente

Se lembra quando a gente
chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre
sem saber
que o pra sempre
sempre acaba

Mas nada vai conseguir mudar
o que ficou
Quando penso em alguém
só penso em você
E aí, então, estamos bem

Mesmo com tantos motivos
pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar,
agora tanto faz...
Estamos indo de volta pra casa

Mesmo com tantos motivos
pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar,
agora tanto faz...
Estamos indo de volta pra casa

Mudaram as estações,
nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu
Tá tudo assim, tão diferente

Se lembra quando a gente
chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre
sem saber
que o pra sempre
sempre acaba

Mas nada vai conseguir mudar
o que ficou
Quando eu penso em alguém
só penso em você
E aí, então, estamos bem

Mesmo com tantos motivos
pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar,
agora tanto faz...
estamos indo de volta pra casa...

Entender

É triste quando percebemos que passamos de prioridade a opção.
Que o sorriso que nos bastava para transformar o dia se apagou, deu espaço a ilusão, machucou o coração e trouxe de volta a dor da solidão.
Sentir sozinho, como se mais nada lhe restasse no mundo, com se a razão de sua vida fosse destruída.
Li em um lugar que quanto mais se ama alguém, menos tudo faz sentido...
Mas será mesmo que o sentido nos abandona, ou apenas deixamos de ver as coisas com clareza?
Passei o dia me perguntando, pensando, buscando uma saída, quando a conclusão apertou meu coração e me devastou, entendi que na verdade o sentido está presente em todos nós, somente a ilusão que me cegou, somente eu não enxerguei a verdade. Que eu nunca passei de uma opção, um passa tempo pra sua ociosidade.
É triste entender a realidade por trás do jogo, que na verdade a sua prioridade é outra. 

Quando eu olho para você

A cantora não é lá essas coisas, mas a musica em si, vale a pena.



Todo mundo precisa de inspiração,
Todo mundo precisa de uma música
Uma linda melodia
Quando a noite é longa
Porque não há garantia
De que essa vida é fácil

É...

Quando o meu mundo está desmoronando
Quando não há nenhuma luz para quebrar a escuridão
É aí que eu
Eu... eu olho para você
Quando as ondas inundam a costa
E não consigo mais encontrar o meu caminho para casa
É aí que eu
Eu... eu olho para você

Quando eu olho para você
Eu vejo perdão
Eu vejo a verdade,
Você me ama por quem eu sou
Como as estrelas abraçam a lua
Bem ali onde elas devem estar
E eu sei que não estou sozinha

É...

Quando o meu mundo está desmoronando
Quando não há nenhuma luz para quebrar a escuridão
É aí que eu
Eu... eu olho para você
Quando as ondas inundam a costa
E não consigo mais encontrar o meu caminho para casa
É aí que eu
Eu... eu olho para você

Você apareceu simplesmente como um sonho para mim
Como as cores de um caleidoscópio
Que provam para mim,
Que tudo de que preciso
Cada respiração que eu dou
Você não sabe
Que você é maravilhoso

É, é...

Quando as ondas inundam a costa
E não consigo mais encontrar o meu caminho para casa
É aí que eu,
Eu... eu olho para você
Eu olho para você

É, é...
Ah, ah...
Você aparece como um sonho para mim...